18

Abr

Guia Transalentejo Alqueva

TRANSALENTEJO

Amieira a Alqueva com o Lago a seus Pés

A Aldeia da Amieira e a Aldeia de Alqueva são duas das mais emblemáticas aldeias ribeirinhas do Lago Alqueva, situando-se a escassos metros das suas margens. Ao seu redor os campo são a perder de vista recortando-se como margens do lago que mudam de acordo com a subida ou descida das águas. Estes são os campos abertos, onde ao caminhar se sente a verdadeira sensação de liberdade.

Atendendo à tipologia linear deste percurso, deverá acautelar a forma de regresso, podendo solicitar o transporte por táxi que encontra disponível em Portel. Começar o passeio a pé no Cais Fluvial da Aldeia da Amieira e percorrer todo o passadiço de madeira. Entrar na aldeia e, no Largo do Jogo da Bola, virar à direita pela velha estrada que hoje mergulha nas águas. Antes disso virar à esquerda, seguir pelo caminho de terra batida e passar junto aos velhos estábulos até à curva apertada, à esquerda, que leva de novo à aldeia. Na aldeia cruzar o Parque da Nora, seguir pela rua do Chafariz, passar na Capela de São Romão e pelo Largo 1º de Maio. Passar junto ao Beco do Castelo e sair em direção à rotunda da Praça de Touros. Tomar a estrada de acesso à Amieira Marina e, caso queira, fazer um desvio de ida e volta para visitar este local. Voltando ao local do desvio, seguir pela caminho rural que acompanha a margem da albufeira. Depois da Horta do Balanco e do Zambujeiro, onde a estrada faz curva apertada à direita, deve seguir em frente até ao fim dessa pequena península para visitar as Antas da Torrejona, mesmo junto à margem. Voltar ao caminho principal e começar a subir a encosta. No primeiro entroncamento seguir pela esquerda e mais à frente seguir pela direita, onde pode encontrar uma portada de gado que deve abrir e fechar. Começar a descer acompanhando braços da albufeira sem nunca desviar do caminho principal que se identifica bem pelo tipo de piso. Finalmente, cruzar a ponte da Ribeira de Codis e chegar à Aldeia de Alqueva que dá nome à Barragem e a todo este território. Terminar junto à Igreja Paroquial de São Lourenço.

Trans Alentejo Amieira

Por Aldeia do Lago|À Volta|0 comment

Comentários fechados